• Palmital, 20 de Janeiro de 2020.

Polícia Civil mira quadrilha suspeita de desviar mais de R$ 1 milhão de seguro DPVAT no Paraná

Na manhã desta terça-feira (30), nove pessoas foram presas em uma operação contra um grupo suspeito de fraudar o seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), em Umuarama PR.
Segundo a polícia, o esquema teria desviado mais de R$ 1 milhão na cidade.
Entre os presos estão o diretor do Instituto Médico-Legal (IML) da cidade, uma funcionária e um médico legista, segundo a polícia.
Ao todo, 21 mandados judiciais foram expedidos, sendo três são de prisão preventiva, seis de prisão temporária e 12 de busca e apreensão.
Além dos funcionários do IML, também foram presos um casal e mais três pessoas de uma empresa de assessoria que dá entrada no segundo DPVAT e um auxiliar administrativo de um hospital.
O grupo é suspeito de fraudar prontuários médicos e laudos periciais para possibilitar o pagamento indevido do seguro.
Eles agiam juntos com o objetivo de conseguir possíveis assegurados e aplicar o golpe. Mais de 360 indenizações teriam sido pagas de forma fraudulenta, sendo que 82 eram idênticas.
A quadrilha também é suspeita de adulterar laudos emitidos pelo IML referente a lesões corporais causadas em acidentes de carro.
Fonte: G1