• Palmital, 04 de Agosto de 2020.

Ministério da Agricultura suspende vacinação da febre aftosa no Paraná

O Ministério da Agricultura autorizou, nesta terça-feira (15), a suspensão da vacinação da febre aftosa no Paraná a partir de novembro.
Com a medida, o Paraná se junta a Santa Catarina como os únicos estados do país em que não há vacinação dos rebanhos bovinos contra a doença.
O Brasil não registra um caso de febre aftosa desde 2006. Em 2017, o governo federal publicou um plano de metas para suspender a vacinação em todos os estados até 2026.
A previsão inicial do plano era que o Paraná suspendesse a vacinação apenas em 2021, mas com a adoção de algumas medidas, o estado conseguiu antecipar o calendário.
Entre estas medidas estão a contratação de veterinários e a instalação de postos na divisa com outros estados para o controle no tráfego de animais.
Segundo o ministério, a partir de janeiro de 2020 será proibido o ingresso no estado de animais que tenham sido vacinados.
G1