• Palmital, 24 de Janeiro de 2020.

IBGE reforça Paraná como destaque em produção de proteínas

O desempenho do Paraná em produção de proteínas no terceiro trimestre reforçam o Estado como um dos principais do Brasil neste setor. Levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o Estado abateu 25,36 milhões de cabeças de frango a mais do que o mesmo período em 2018.

Cresceram também nos meses julho, agosto e setembro a produção de leite (+43,76 milhões de litros e de ovos (+9,45 milhões de dúzias). O Estado manteve a liderança no abate de frangos, com 32,5% da participação nacional, seguido por Santa Catarina (14,3%) e Rio Grande Sul (14%).

Em relação ao leite, se descolou um pouco mais do Rio Grande do Sul, com 14,3% da captação nacional contra 13,7%. Minas Gerais segue na liderança com 24,5%. O IBGE revelou, ainda, a condição do Paraná como segundo maior produtor de ovos do País, com participação de 9,3%, atrás apenas do Estado de São Paulo com 28,4%.

O secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, explica que a evolução dos números tem relação direta com a maior presença da China na compra de proteína animal do Paraná, especialmente por causa do surto de peste suína africana que atingiu o país oriental.

“Como o Paraná é o maior produtor brasileiro de carne, seja ela de porco, boi, frango ou peixe, as vendas tiveram um impacto muito considerável. Toda essa movimentação do setor é muito positiva”, afirmou.
Fonte: AEN