• Palmital, 17 de Janeiro de 2020.

Em Marialva justiça manda a júri popular homem acusado de matar a ex-mulher grávida

A Justiça de Marialva, no norte do Paraná, mandou a júri popular o homem acusado de matar a ex-namorada, que estava grávida de quatro meses, Emili da Silva Martins, de 18 anos, em fevereiro deste ano.
O julgamento de Davi Henrique Caldeira Brandt, que foi preso um dia após o caso, ainda não tem data marcada. Ele é réu por tentativa de estupro e feminicídio. O advogado dele disse que a decisão não foi uma surpresa e que vai recorrer.